Precisamos falar sobre “cultura do estupro”

download (1)

Imagem da internet

Todos já devem saber do polêmico caso de estupro coletivo ocorrido esta semana no Rio de Janeiro. Não vou comentar o caso, primeiro por que é muito recente e ainda está acontecendo, investigações estão sendo feitas e cada dia surge algo diferente. Depois, o assunto que quero tratar aqui é outro. O fato é que muitos se aproveitaram do problema para propagar ideologias que vão de encontro ao cristianismo. E muitos cristãos estão divulgando isso, talvez sem conhecimento algum do que esteja fazendo.

Que o estupro é um problema e precisa ser denunciado, é uma verdade. Que os criminosos precisam ser encontrados e punidos, outra verdade. Que as vítimas do estupro precisam ser amparadas e cuidadas, mais verdade ainda. Mas o que precisamos entender é que não existe essa “cultura do estupro” no Brasil, que muitas católicas estão dizendo ser contra.

Ah, mas como assim?

Gente, dizer que todo homem é um potencial estuprador; e que estupradores são filhos do patriarcado; que só estupram por que aprenderam… Você não concorda que isso é muito anti-cristão? Será que não é julgar? Será que não estamos culpando os homens do mundo pelo mal que fazem um grupo? Será que não estamos culpando inclusive, os pais, irmãos, filhos, tios de nossas famílias?

É verdade, muitos estupros acontecem em casa, por pessoas da família. Mas isso não é culpa somente dos homens; mulheres também estupram. E mesmo que aconteça por homens em sua maioria, não se pode generalizar. As vítimas do estupro não são só mulheres. São homens também, são crianças de ambos os sexos, são idosos, são deficientes físicos e mentais, de ambos os sexos. Viu?

Em países do oriente pode-se falar em cultura do estupro. Em muitos deles há até leis que permitem isso. Mas não é o caso do Brasil. Aqui, estupro é crime. Dizer que há uma cultura do estupro, é dizer que a nossa cultura apóia uma prática horrenda e isso não é verdade. Nem os bandidos de nossa sociedade apoiam isso. Que dirá as pessoas de família.

O que acontece em nosso país, é que o alto índice de estupros é marcado principalmente, pelo alto índice de impunidade. O criminoso sabe que não será pego, e que se for, passará pouco tempo na cadeia. Ou seja, sairá praticamente impune.

Vi textos nas redes sociais dizendo que a causa dos estupros é família patriarcal. Gente, onde vamos parar? Vamos estudar mais?

Me parece que o feminismo criou mais um termo para nos fazer acreditar que sua ideologia é verdadeira. Mas você, mulher católica, não pode difundir a ideologia feminista nem o que ela prega. Você não precisa ser feminista para saber que estupro é errado e que quando acontece deve ser denunciado e amplamente punido.

Antes de postar, divulgar, curtir e compartilhar alguma coisa, pesquise. Mas não pesquise apenas em sites de esquerda. Procure o outro lado, procure sites católicos, e se não encontrar, procure um padre e converse.

Não seja massa de manobra. Cultura do estupro não existe no Brasil. A família cristã não apoia o estupro.

 Você não luta contra a ‘cultura do estupro’ colocando um Twibbon na sua foto de perfil, tampouco organizando um gritaço. Estuprador nenhum vai se comover com uma campanha anti-violência sexual, porque ele é um maníaco, e muito provavelmente está na rua ou num bar neste momento e não na Internet. Se você quer realmente o fim da violência sexual, defenda punições rigorosas para esses criminosos, fim da maioridade penal e porte de armas.O Retrógrado (link abaixo)

Quer saber mais?

O Retrógrado

Mulheres contra o feminismo

Canção Nova

Crítica Nacional

Padre Paulo Ricardo

Anúncios
Publicado em família | 4 Comentários

Dia de Corpus Christi

images

Oração Alma de Cristo

Alma de Cristo, santificai-me.
Corpo de Cristo, salvai-me.
Sangue de Cristo, inebriai-me.
Água do lado de Cristo, lavai-me.
Paixão de Cristo, confortai-me.
Ó bom Jesus, ouvi-me.
Dentro das Vossas Chagas, escondei-me.
Não permitais que de Vós me separe.
Do espírito maligno, defendei-me.
Na hora da minha morte, chamai-me.
E mandai-me ir para Vós,
para que Vos louve com os Vossos Santos,
por todos os séculos. Amém

Publicado em espiritualidade | Deixe um comentário

Para viver bem o dia do Corpo de Cristo

corpo-de-cristoNesta quinta (26), a Igreja celebra a Santa Eucaristia no dia de Corpus Christi, ou, Corpo de Cristo. É um dia de grande comemoração na igreja, onde devemos nos alegrar por Jesus ter cumprido sua promessa ao dizer que estaria conosco até o fim dos tempos. Mt 28-20.

A festa de Corpus Christi acontece 60 dias após o Domingo de Páscoa, ou na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade. Nos lembra a quinta-feira santa, quando Jesus instituiu a Eucaristia. Nos lembra que somos católicos por causa da Eucaristia, e que sem ela nossa religião fica sem sentido.

Viver esse dia bem é confiar nas promessas de Deus e ter fé em uma vida no céu.

É importante ir à missa e participar das festividades em sua paróquia. Aproveite o dia de hoje para se confessar, caso não tenha feito isso recentemente na Quaresma. Na maioria das igrejas também acontece procissão e Adoração ao Santíssimo.

Durante esse dia, você pode lembrar a viver as palavras de Jesus nas escrituras:

“O que come a minha carne e bebe o meu sangue, tem a vida eterna e, eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeiramente comida e o meu sangue é verdadeiramente bebida. O que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. O que come deste pão viverá eternamente” (Jo 6, 55 – 59).

Quer saber mais sobre a origem desse dia? Clique aqui.

Publicado em espiritualidade | Deixe um comentário

Por que não morar junto antes de casar?

tumblr_mgo5e4Otxn1rtyyh6o1_1280Antes de mais nada, quero deixar claro que este texto dirige-se apenas à mulheres católicas. Se você é mulher, mas não acredita no catolicismo, talvez não concorde com o que vou dizer aqui, e é seu direito. Mas, se você é católica, deve ter em mente algumas coisas que vão vir em forma de responsabilidade, a partir do momento que você professa uma religião.

Capisci?

Em primeiro lugar, nossa religião diz que o sexo só é lícito depois do casamento, e depois do casamento na igreja, não casamento civil. Eu sei, é cada dia mais difícil hoje encontrar pessoas (homens e mulheres) que se dispõem a viver a castidade. Mas aí é aquela questão, sou católica, quero viver a minha fé, errei, vou me confessar e tentar viver dentro da lei.

Segundo, quando nos “casamos” na igreja, recebemos um sacramento, uma benção de Deus. Nos propomos à colocar Deus em primeiro lugar e tomamos isso como uma grande responsabilidade. Inclusive, nos comprometemos a ser abertos aos filhos e a educar esse filhos dentro da lei católica.

Quando você decide apenas morar junto não se cria essa responsabilidade, tudo é motivo para separação e não se tem Deus no centro. Mesmo que se crie tudo isso, não se recebe o sacramento, a benção, portanto, se está em pecado.

Por último, essa coisa toda de querer “experimentar”, pra ver se o casal combina, não é garantia de nada. O casamento não precisa de ensaios. Ele é vivido diariamente, com todos os percalços, e mesmo que haja rotina, nada é igual. Todos os dias vamos descobrindo algo mais sobre o outro, vamos corrigindo erros e nos acertando. Nada que pudesse ter sido ensaiado seria o “pra valer”.

As vezes nos acomodamos numa situação que é relativamente mais fácil ou simples. Afinal, juntar as coisas é bem mais simples do que fazer um casamento nos moldes que se pregam hoje. Mas você não precisa fazer uma festa milionária para um casamento feliz e duradouro. Precisamos aprender é a seguir mais os mandamentos e menos as modas do mundo, fazendo mais o que agrada a Deus e menos o que agrada aos homens.

Deixo aqui alguns textos que podem lhe ajudar na caminhada.

Dez maneiras de amar o outro sem sexo

Casamento em tempos de crise

Casar ou morar junto?

Casamento não é missão impossível

Desvantagens de morar junto

E mais uma vez, você é livre, para acreditar ou não no que disse aqui, para seguir ou não à Igreja e para fazer o que quiser.

Um abraço e até a próxima!

 

 

 

 

 

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Meu devocional- dicas para você fazer um caderno de oração

caderno de oraçãoEu sou uma pessoa que gosta muito de cadernos, listas e diários. Anoto todas as minhas tarefas em casa, planejo toda a minha agenda semanal e sou aquele tipo de pessoa que tem um caderno para a casa, um para o trabalho, outro para o blog… Não seria diferente com minhas práticas de oração.

Esses dias resolvi pesquisar e encontrei algumas dicas valiosas de como fazer um devocional, ou um caderno de oração. É um bom meio de exercitar sua espiritualidade e manter uma frequência de orações. Até publiquei uma dessas dicas na nossa página no Facebook.

Bom, vou contar aqui como organizei o meu, mas o pessoal do Bora Partilhar fez um vídeo maravilhoso, comentando passo a passo. Vale a pena assistir.

Se você quiser imprimir um e fazer um forma de fichário, pode clicar aqui e pegar as dicas da Karen Pauli. Ela é evangélica, por isso, veja no quadro de leitura, faltam sete livros da bíblia católica. Recomendo que se você imprimir esse planner, anote ao lado os livros que faltam ou se souber mexer com artes gráficas, faça um completo e personalizado.

No meu caso, eu imprimi o planner da Karen, mas fiz algumas páginas em folha de fichário, colocando a data, o trecho bíblico que estou lendo, os pedidos para aquele dia, motivos para agradecer e a música que estiver ouvindo.

Em outra parte eu coloco minhas metas diárias, que são orações que faço sozinha e em família. Minhas metas hoje são pela manhã rezar as 15 orações de Santa Brígida e ler 4 capítulos da bíblia – que eu marco os que já li na folhinha do planner. À noite, em família, rezamos o terço, a Coroinha de Nossa Senhora, o Magnificat, o Ofício da Imaculada e a ladainha de Nossa Senhora. (Antes que você ache muito, todas essas orações demandam um tempo em família de 45 minutos. Mais as que faço de manhã que duram meia hora, não posso dizer que dedico tempo demais às orações, não acha? Se Jesus disse que devemos orar sem cessar, o que estamos dispostos a fazer sobre isso?).

Se você fizer um caderno de oração, me conta como ficou, ok?

Um abraço e até a próxima!

 

Publicado em espiritualidade | Deixe um comentário

Reflexão sobre a mulher

baby-boom-1987-06-g

Filme Presente de Grego

O post de hoje é do blog Fortalecendo sua Família. Se quiser acompanhá-lo na íntegra, clique aqui.

A revolução feminista do início do século XX tinha um nobre objetivo: que a mulher não fosse mais vista como um ser inferior ao homem, tendo os mesmos direitos.

Porém, no decorrer dos anos esse feminismo deixou as origens de uma luta por direitos iguais para se tornar um movimento que ataca a raiz do próprio ser feminino, querendo tornar as mulheres uma triste cópia do homem, que quer ser tratada como o homem, assume as funções masculinas, quer ser totalmente independente e “dona” de seu corpo, fazendo dele mero objeto de prazer e de sedução.

O resultado desta reviravolta no ser feminino é uma sociedade decadente, onde as mulheres e mães verdadeiras são cada vez mais raras; os filhos perdem o referencial e a identidade e os homens estão cada vez mais perdidos, buscando muitas vezes dentro de si mesmos este lado feminino que está faltando na sociedade, tornando-se mais “afeminados” e mais infelizes.

As mulheres ganharam o direito de votar, de dirigir, de ter um emprego. Mas perdemos muito. Perdemos o direito de sermos sustentadas por nossos maridos. Perdemos o direito de sair para jantar com o namorado e não precisar dividir a conta. Perdemos o direito de ter a porta do carro aberta pelo homem para podermos entrar. Perdemos o direito do homem se levantar para ceder seu lugar no metrô. Perdemos o direito de sermos cuidadas e respeitadas como algo precioso que precisa de muito carinho e atenção. Mas agora, o que fazer?

O Papa Paulo VI sustenta que, para a realização do plano divino sobre a humanidade, é necessária a “complementaridade efetiva” de ambos os sexos: “Os problemas são delicados; falar de igualdade de direitos não resolve os problemas, que são muito mais profundos. É necessário tender a uma complementaridade efetiva, para que os homens e as mulheres contribuam com suas riquezas e seu dinamismo específicos para a construção não de um mundo nivelado e uniforme, porém harmonioso e unificado, segundo o desígnio do Criador.”

Texto de 

Publicado em família | Deixe um comentário

Cinco frases marcantes do livro A Mulher Total

imagesSemana passada eu falei aqui sobre minha leitura e minhas percepções do livro “A mulher total”, de Marabel Morgan. Eu gostei muito da leitura, principalmente por conta dos muitos exemplos práticos e dos testemunhos das dezenas de mulheres que participaram do curso.

O livro vendeu mais de dez milhões de cópias e foi o livro de não-ficção mais vendido de 1974. Apesar de antigo ele traz muitas lições para as mulheres da atualidade. Marabel ficou famosa com suas palestras e cursos sobre o tema, e o resumo de tudo isso se tornou um compacto de grandes lições.

Só uma ressalva, se você se considera feminista, é melhor ler antes o livro da Mary Pride, De volta ao Lar. Vou falar dele qualquer dia, mas considero de suma importância para todas as mulheres cristãs. Você pode baixá-lo aquiDe+Volta+Ao+Lar

Voltando ao Mulher Total, selecionei cinco frases marcantes do livro para fazer você ficar com vontade de lê-lo hoje mesmo!

1- Aceitar o outro como ele é vai convencê-lo de que você o ama. Você pode aceitar seu marido como aceita uma amiga? Sem julgamentos?

2- O remédio para os conflitos matrimoniais está na bíblia: “Vocês esposas, devem ser submissas à liderança de seus maridos, do mesmo modo como se submetem ao Senhor”. 

3- Deus ordenou o casamento e deu certas regras básicas que, se aplicadas, resultarão em sucesso no casamento. Homem e mulher são iguais em posição, mas diferentes em função. 

4- Me perguntavam se este processo de adaptação colocaria a mulher em uma posição de “escrava-ama” frente ao seu marido. Uma mulher total não é uma escrava. O que acontece é que se ela age de forma a adaptar-se à maneira de seu marido, ele em troca responde agradecido, tentando deixar as decisões a cargo dela, satisfazendo seus desejos.

5- Nunca devemos nos envergonhar de falar de algo que Deus não se envergonhou de criar. (sobre sexo).

E aí, deu vontade de ler? Você pode baixá-lo em pdf273518642-A-Mulher-Total-pdf

Até mais!

Publicado em família | Deixe um comentário

As devoções de abril

ressurreicao_sepulcro_vazioEstamos iniciando o mês de abril e na igreja é um mês bastante movimentado, você sabia? O mês de abril é dedicado à Eucaristia e ao Divino Espírito Santo. Além disso, depois da páscoa, os próximos 50 dias são chamados de período pascal, celebrando e exaltando ainda mais a ressurreição de Cristo. Esse período vai até o domingo de Pentecostes.

Como tempo pascal, em abril a igreja de veste de branco, celebrando a glória de Deus, porém, no Domingo de Pentecostes usa-se a cor vermelha. No quadragésimo dia depois da Páscoa celebra-se a Ascensão do Senhor. No Brasil, a solenidade da Ascensão é celebrada no sétimo domingo de Páscoa.

Nesse tempo também é comum incluir a palavra Aleluia no fim das antífonas, usar o círio pascal nas missas e se canta o Glória todos os dias. É um tempo litúrgico que não exige penitências, nem jejuns, nem abstinências; ficando, porém, a escolha de cada um.

Segundo o prof. Felipe Aquino, da Canção Nova, a Eucaristia é o centro da vida da Igreja. Ela é o Sacrifício de Cristo que se atualiza (torna-se presente) no altar, na celebração da santa Missa; e Alimento (banquete) do Cordeiro que se dá como alimento espiritual. É a maior prova de amor de Jesus para conosco. Além da Missa, Ele permanece em estado de vítima oferecida permanentemente ao Pai em nossos Sacrários, para nos socorrer em todas as necessidades e estar sempre conosco. “Tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim” (Jo 13,1).
 Em abril ainda comemoramos São Francisco de Paula, no dia 2; Santo Expedito no dia 19 e São Marcos Evangelista, dia 25 de abril. Temos a festa de Nossa Senhora do Bom Conselho, dia 26 de abril, de Santa Zita no dia 27; no dia 28 celebramos São Luiz Maria Grignion de Montfort, o criador do Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem e no dia 29 Santa Catarina de Sena.
Quer mais motivos para celebrar o mês de abril? Acho que não precisa né?
Nossa maior alegria como cristãos é saber que Cristo ressuscitou e permanece conosco todos os dias, através da Eucaristia. Por isso, se você quer viver bem esse tempo pascal, vá à missa, faça alguma obra de misericórdia e exercite-se em oração.
Um abraço com muita alegria e até mais!

 

 

Publicado em espiritualidade | Deixe um comentário

Os 4 “As” da esposa e as dicas para um casamento feliz

mulher-submissao

Estou lendo “A mulher total”, de Marabel Morgan. Ainda não terminei, mas achei interessante falar aqui dos 4 “A”s que uma esposa deve ter se quiser um casamento de sucesso. Ela diz que uma esposa deve Aceitar, Adaptar-se, Admirar e Apreciar.

Explico. Primeiro de tudo, ela deve Aceitar o marido como ele é. Todas as pessoas possuem qualidades e defeitos. Inclusive eu e você. Aceitar o outro como ele é facilita a vida de todo mundo, pois acabam-se as brigas e perturbações por coisas sem sentido, como a toalha na cama ou o pano de prato em cima da pia. Claro que você não pode – nem deve – aceitar violência, abusos e outras coisas do tipo. Mas se tudo o que seu marido faz de mal é querer assistir futebol no domingo, você pode parar de reclamar e arrumar o que fazer nesse horário, ou quem sabe, ver o jogo com ele também.

Depois, é preciso Adaptar-se à ele. Parece estranho, mas é muito aquela coisa de “faça com os outros aquilo que você gostaria que fizessem com você”. Aqui Marabel fala que Deus nos fez iguais em valor diante Dele, mas diferentes em função. Isso quer dizer que você submeter-se à liderança do seu marido e permitir-se ser a vice-presidente da empresa onde ele é o presidente. É desconfortável ouvir isso num mundo e num momento tão massacrados pelo feminismo, mas é importante ter atenção ao significado da submissão e de como é importante que cada um exerça seu papel.

Também é necessário Apreciar o marido. Todo mundo deseja ser notado e ser elogiado. Talvez você ache que ele também deve te notar e elogiar, mas isso não impede que o primeiro passo seja dado por você. É mais abençoado dar que receber, diz Marabel citando a bíblia.

Por fim, é preciso Admirá-lo. Segundo a autora, a mulher necessita de amor, o homem de admiração. E se você quer amor, tem que admirá-lo primeiro. Procurar na sua memória todas as qualidades que fizeram com que você achasse que estava diante do homem da sua vida e que te fizeram escolhê-lo, dentre tantos outros, como marido. É nisso que você deve sempre se prender, nas qualidades e nas coisas boas.

E então…

Falei tudo isso por que vi hoje uma lista num site com 40 segredos para um casamento de sucesso. Lendo a lista percebi que muitas (se não todas) se aplicavam ao que Marabel diz em seu livro. Selecionei aqui apenas algumas, vê só!

1- Aceitar

AMAR O OUTRO TAL COMO É

RECONHECER QUE CASAMENTO NÃO É SEMPRE 50 A 50

NÃO PIRAR NAS EXPECTATIVAS

2- Admirar

VALORIZAR AS SEMELHANÇAS

RIR COM O OUTRO

3- Apreciar

CULTIVAR O DESEJO FORA DA CAMA

CONTINUAR A SER AQUELA GATA DE SEMPRE

IMPLANTAR O MOMENTO DO ROMANCE

4- Adaptar-se

SABER ENCERRAR BRIGAS

APRENDER A NEGOCIAR

SER MAIS TOLERANTE

Algumas outras dicas vão totalmente de encontro ao que Marabel fala, mas você pode levar isso como uma forma de ver as coisas por outro angulo e perceber o que é melhor para sua vida de casada. Eu estou gostando muito do livro, principalmente por ter muitos exemplos práticos e testemunhos de outras mulheres. Vale muito a pena.

Você pode ler o livro A Mulher Total clicando aqui.

Um abraço e até a próxima!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado em família | 1 Comentário

1 ano de blog!!!

untitled-4

É com grande alegria que comemoramos hoje 1 ano de Mulheres Católicas!! Agradeço muito a Deus ter iniciado esse projeto em minha vida, pois ele tem sido muito enriquecedor pra mim, tenho buscado aprender mais, ler mais, viver mais Deus em minha vida. E isso tudo veio com o blog e as pesquisas que tenho feito diariamente.

Algumas parcerias foram feitas, outras não duraram ou não se firmaram, mas pra mim o maior pagamento desse ano foi ter descoberto tantas coisas incríveis sobre a minha igreja. Cada vez mais tenho a certeza de que estou no lugar certo, de que Jesus nos deixou o mais grandioso presente ao dar início à Igreja Católica.

Peço a Deus que me ilumine, para que não só eu continue buscando e aprendendo, mas você que me lê também possa se sentir inspirada pelas minhas palavras e possa crer Nele também. Que Nossa Senhora nos guie e nos abençoe, e nos dê mais e mais anos de fé e aprendizagem nessa caminhada rumo ao céu!

Feliz Aniversário Mulheres Católicas!

aniver.23

Publicado em família | Deixe um comentário