5 ideias para ser uma esposa melhor”

Estamos no mês de março, mês que comemora o dia internacional da mulher. Muito se tem discutido sobre o feminismo, direitos da mulher e tudo o que ela tem ou não conquistado a partir desse movimento.

No entanto, pouco se discute ou se fala sobre como a mulher pode ser uma pessoa melhor. Pouco se debate sobre essa mulher que agora “pode tudo” e “não é obrigada a nada”, se ela realmente é mais feliz.

Precisamos pensar mais sobre isso. Poder tudo ou não ser obrigada, pode ser muito bom em teoria, mas o que isto traz para as famílias? O que isso provoca nas mulheres atuais? Vejo muitas mulheres confusas, presas num egoísmo disfarçado de movimento feminista, escravas de uma ideologia que às faz acreditar que devem pensar sempre em si primeiro, só depois nos filhos, no marido e na família.

Enfim. Longe de querer aqui discutir se o feminismo trouxe benefícios ou não, quero lembrar a você, mulher casada e católica, que você foi chamada à uma vocação. O matrimônio implica em serviço dos esposos, em doar-se um ao outro. Não existem mais projetos individuais, vocês dois devem sempre pensar primeiro no outro, para só depois pensarem em si mesmos.

E como aqui o blog é dirigido às mulheres, trouxe hoje cinco ideias que podem te ajudar a ser uma esposa melhor. Você tem pensado sobre isso?

1- Assuma seu papel

Coloquei esse tópico em primeiro lugar por que é um dos grandes problemas da atualidade. Nos casamos, mas queremos manter nossa vida de solteira. A primeira coisa que você deve ter em mente quando casa é que não terá a mesma vida de antes. Você agora não é mais uma garota solteira que vai aonde quer, quando quer e com quem quer.

Pode levar um tempo, mas você vai se dar conta que estar casada traz deveres e responsabilidades. Nem que seja o de gerenciar o que tem na dispensa, ou ficar de olho quando tem roupa demais pra lavar. Claro, você pode dividir essas tarefas com seu esposo. Mas assumindo o papel de “dona da sua casa” tudo flui melhor, vá por mim.

2- Se perdoe

Parece estranho dizer isso, mas é que junto com as responsabilidades, vem também um grande peso. Somos cobradas à todo instante, no dever de sermos melhores e boas em tudo. Entenda que você não é a mulher Maravilha. E se permita errar. E se perdoe quando isso acontecer.

Só não se permita ficar de mau humor sempre que alguma coisa der errado. Eu sofro muito com isso. Planejo toda a rotina, mas se não consigo realizar todos os itens fico mal e irritada. Não deixe que uma bobagem acabe com seu dia. Meu marido me ensinou uma coisa muito importante: é você quem faz o seu dia ser bom ou ruim, não permita ficar triste ou irritada por bobagem. Não deu pra fazer hoje? Sorria e faça amanhã.

3- Reconheça o valor do seu marido

Todos os dias, tente se lembrar de por que você casou com seu marido. Ele era inteligente? Bonito? Generoso? Faça esse exercício sempre que precisar. E elogie. É muito bom sabermos que somos amados. Nós mulheres adoramos ser elogiadas, mas dificilmente elogiamos nossos maridos. Procure algo para elogiá-lo e fazer com que ele sempre seja lembrado do quanto você o ama.

Seja amiga do seu marido, converse, exponha seus problemas, faça dele seu confidente. Se vocês não podem ou não têm liberdade para confiar segredos um ao outro, algo está errado.

4- Respeite seu marido

Antes que eu leve uma “lixa” por esse tópico, quero lembrar que você tem defeitos. E que não gosta que peguem no seu pé por causa deles. Então, por que você pega no pé do seu marido quando ele faz algo que você não aprova?

A toalha molhada na cama é um clássico. Mas você não precisa xingar o homem toda vez que ele faz isso. Talvez ele seja desligado, ou ache que a cama vai ficar “fria” – já ouvi isso. Então, converse, diga por que você não gosta da toalha molhada na cama. Vai deixar a cama com cheiro ruim? Vai deixar o quarto bagunçado? Vai mofar a toalha? Faça com que ele entenda que isso te incomoda.

Mas acima de tudo, não queira que seu marido aja e pense igual a você. Por que homem e mulher são naturalmente diferentes, e simplesmente por que vocês dois possuem defeitos e qualidades diferentes. A toalha na cama te incomoda, mas talvez o seu hábito de lavar as calcinhas e deixá-las penduradas no banheiro deixe ele possesso também. E aí?

5- Cuide de você

Nós temos diversas atividades no dia-a-dia, mas não podemos descuidar de nossa feminilidade. É bom para nossa auto-estima, saúde mental e para o relacionamento também. Não estou dizendo para você virar uma diva – a menos que você queira!! O que quero dizer é que é muito bom se sentir bonita e que você deve prezar por isso.

Antes de casar temos todo o tempo do mundo para ir ao salão, ficar horas cuidando do cabelo, das unhas, fazendo limpeza de pele e maquiagem. Depois do casamento e principalmente, com a chegada dos filhos, esse tempo já não é mais o mesmo. Mesmo assim, dá pra ir no salão de vez quando, ou fazer aquela hidratação em casa mesmo, pintar as unhas e se arrumar. Valorize-se!

Anúncios
Esse post foi publicado em família. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s