Mantendo os olhos fixos em Deus

Imagem da internet

Imagem da internet

Dia desses durante a missa uma passagem do evangelho foi bastante comentada pelo padre na Homilia. Em Lucas 4, 16-30, conhecemos a palavra de Jesus sobre o anúncio da Boa Nova numa pregação feita por Ele num dia de sábado, conforme o costume da época.

 O que mais me chamou a atenção naquele dia, foi ver o padre fazer toda a homilia num versículo. “Todos os que estavam na sinagoga tinham os olhos fixos nele”. E eu nunca tinha percebido o quanto este versículo é rico e profundo. Naquela época, enquanto Jesus estava entre os judeus, sua palavra era tão forte e cheia de sabedoria que todos pareciam encantados, ficavam em modo de contemplação, escutando e aprendendo.

Como seria diferente nossa vida se nós hoje também ficássemos assim ao ouvir a palavra de Deus, não é? Jesus ressuscitou e nós também podemos ficar com os olhos fixos nele! Quando dirigimos o nosso olhar para a contemplação da palavra divina, também nós temos os olhos fixos em Jesus.

Numa homilia de Dom Francisco Canindé, ele diz: “Podemos imaginar com que atenção o escutavam aqueles judeus “que tinham  os  olhos  fixos nele”, podemos supor a trepidação de seus corações com a possibilidade de ser aquele concidadão, o Messias desejado; todavia, mesmo diante da realização do sonho de Israel, mesmo tendo os olhos fixos n’Ele, não puderam enxergar a verdade e o rejeitaram.”ele veio para os que eram seus, mas os seus o rejeitaram”, como lemos no prólogo do Evangelho de São João. Assim, queridos irmãos, em nossa vida cristã, devemos ter sempre o cuidado de ter os  olhos  fixos  em  Jesus e o enxergar com o olhar da fé. Não basta conhecer um Jesus histórico, ou até mesmo um Jesus que se assemelha a uma belo conto, é preciso ter fé em Jesus, é necessário crer nele! Jesus não foi um grande personagem, Jesus não foi um revolucionário, Jesus não foi simplesmente um profeta. Jesus é o Messias, o Filho de Deus, o Deus de Deus, a luz da luz, o Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, consubstancial ao Pai, como professamos no credo”.

Um abraço fraterno e até a próxima!

Anúncios
Esse post foi publicado em espiritualidade. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s