Mulheres de Deus

Jesus MeninoHoje eu vi um vídeo compartilhado numa rede social que me deixou muito triste. Uma mulher – não sei se era mãe ou não – dando banho numa criança e batendo nela ao mesmo tempo. Eu não escutei o áudio, e nem sou de assistir esses vídeos, mas no computador em que eu estava os vídeos abrem automaticamente. Enfim, fiquei chocada com aquela cena. E muito triste também por não poder fazer nada a respeito, só pedir que Deus cuide daquela criança.

Mais uma vez, assim como falei ontem, sinto que essa “sensibilidade” que nos ensinam ser um “dom” da mulher, é somente algo que é ensinado para algumas de nós. Existem homens tão sensíveis quanto algumas de nós e isso não faz deles mulheres. Simplesmente a sensibilidade e o amor são algo que se dá e se recebe, não pertence a gêneros.

Eu escrevi no título deste post “mulheres de Deus”, por que escrevo aqui para mulheres. Mas podemos perfeitamente falar que homens e mulheres de Deus devem agir com amor. Um artigo muito lindo publicado no Portal da Canção Nova começa com um trecho da primeira carta de São Pedro, e diz:

“Não seja o vosso adorno o que aparece externamente: cabelos trançados, ornamentos de ouro, vestidos elegantes; mas tende aquele ornato interior e oculto do coração, a pureza incorruptível de um espírito suave e pacífico, o que é tão precioso aos olhos de Deus”. I São Pedro 3, 3-4.

O que é precioso aos olhos de Deus e que nos faz pessoas de Deus, é o que está em nosso coração, e o que se reflete através de nossas ações. O que eu vi naquele vídeo não foi uma ação de Deus. Uma criança tomando banho deveria ser parte de um momento tão bonito, de um ato de amor, de caridade, de doação. O cuidar do outro é um dom de Deus. E nós, como pessoas de Deus, devemos seguir cuidando uns dos outros, com amor.

Hoje eu peço por aquela criança, que ela não fique marcada pelas maldades que sofreu, ao contrário, como José do Egito, ela possa ser maior do que qualquer dor. Que a aquela mulher possa refletir sobre seus atos e ter seu coração modificado por Deus.

Que em nossas ações se possa ver Deus em nós. Que em nossos atos, se perceba o dom de Deus em nosso rosto. Amém.

Um abraço fraterno e até a próxima!

Anúncios
Esse post foi publicado em família. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s